Blog Alex Ferraz Comenta Jornalismo Crítico

domingo, 22 de outubro de 2017

O aprendiz de ditador


Doria, a pior face da burguesia estúpida 

Em 2007, no seu programa de TV "O Aprendiz" o atual prefeito de São Paulo e pretenso candidato a presidente, João Doria Jr., disse alto e bom som que "pobre não tem hábito alimentar, pobre tem fome" e que os pobres deveriam dar graças a Deus quando tivessem qualquer coisa para comer. Tem vídeo mostrando isso.

Está explicada a sua idéia infame, vergonhosa de darem uma farinha feita com alimentos vencidos e/ou fora dos padrões de qualidade para o consumo para os pobres e merenda escolar na capital mais rica do país.
Imaginem un elemento com tal mentalidade no poder. Já não basta o ultra direita Temer?

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Vereadora critica


Prefeito de Salvador  não pode  comprometer receita com empréstimo 

A vereadora Marta Rodrigues (PT) considera como temeroso dar a receita fiscal do município como garantia do empréstimo de R$ 192,3 milhões que o prefeito ACM Neto (DEM) pretende obter autorização por meio de projeto enviado à Câmara Municipal de Salvador.   

Para ela, faltam dados suficientes para justificar o empréstimo que vai ser destinado ao Programa de Requalificação de Salvador (Proquali), além disso não há justificativa para o nível de endividamento diante da crise financeira.  “Num cenário de crise e de endividamento, um empréstimo dessa natureza não pode ser autorizado sem detalhamento de sua destinação e sem a demonstração de que existe capacidade financeira para pagar a dívida. Dar como garantia a receita fiscal, a exemplo do IPTU, ISS e ITIV, diante desse cenário é temeroso”, afirma.

Sobre o Programa de Requalificação Urbanística de Salvador – PROQUALI, Marta questiona a realização de diálogo com os setores específicos.  

Vitória da Conquista


DPE/BA se reúne com Secretaria para garantir acesso à saúde


A Defensoria Pública do Estado da Bahia – DPE/BA se reuniu com membros da Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista para discutir os fluxos das demandas de saúde na rede municipal. O fornecimento de fraldas descartáveis pelo município  foi uma das pautas.
De acordo com a defensora pública Maria Fernanda Borio, a política pública instituída pelo Município não tem sido capaz de abarcar de forma satisfatória os usuários, deixando de concretizar o direito à saúde de maneira integral. Desde meados de 2014 a Defensoria Pública tem lutado pela instituição de uma política sólida de fornecimento de fraldas descartáveis, o que resultou na elaboração da Portaria 009/2014, no Decreto Municipal n° 15.954/2014, cujo público-alvo são crianças e adolescentes acometidas por enfermidades, e que não tenham condições de adquiri-las.

Uma vergonha


Governo brasileiro retrocede à escravidão 

A portaria que praticamente libera o trabalho escravo no Brasil é um atentado aos direitos humanos e mostra o que essa ultra direita brasileira é capaz de fazer, com o apoio cínico e cruel de um governo despudorado que faz qualquer negócio para se manter no poder, apesar de confrontado com provas de sua roubalheira. Nojento.

O dique abandonado


Ninguém assume a responsabilidade. Ridiculo!

Há semanas que uma terrível federativa tomou conta de um dos mais importantes pontos turísticos de Salvador, o histórico da Dique do Tororo. Mas a prefeitura da capital lava as mãos, o governo estadual sai de baixo e nada muda.  Demais!

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

A ração de Doria


O brasileiro precisa é de uma vida digna

Lamentável, humilhante, arrogante, boçal, acintosa a atitude do prefeito Dândi de São Paulo, João Dória, de utilizar produtos quase vencidos para produzir uma farinha com a qual pretende “erradicar a fome em São Paulo”.
Nascido em berço de ouro, o senhor Dória certamente pode e sempre pôde comer tudo o que quis, inclusive alimentando-se bem ingerindo frutas, legumes, verduras, carnes frescas e, com certeza, degustando um bom e saudável vinho.
Porém, com aquela visão típica de boçais que não sabem ser ricos ou que, por conta disso, tiveram a mente embotada em relação à dignidade dos outros, a quem deve enxergar como ralé, tem a petulância de vir a público oferecer uma ração insossa a estudantes paulistanos.
Coma sua própria ração, senhor Dória! O povo brasileiro não está à cata de esmolas e muito menos aceita ser tratado com gado alimentando-se em cochos. O povo precisa, isto sim, é de dignidade, segurança pública, transporte decentes, emprego e bons salários. Mas isso será impossível enquanto ele estiver sob o jugo de bandidos que, travestidos de políticos, assaltam os cofres públicos e engabelam a “ralé”. Nossa!

Sem sinalização


Prefeitura parou de fazer sinalização em Salvador

Vejam nesta foto a situação da Av. Joana Angélica, próximo à Piedade: cadê a sinalização horizontal?
Sinalização horizontal zero
E assim estão também as ruas e principais transversais da Cidade Baixa, do Moinho Salvador até São Tomé, passando por Itapagipe inteira.
Vasco da Gama, D. João VI Bonocô, Paralela e muitos trechos da orla perderam as faixas brancas que delimitam o ir e vir dos carros. Com a negligência da Prefeitura de Salvador o rodar pelas vias da cidade vira uma insegurança total. As pessoas buzinam e dão aquelas porradinhas uns carros nos outros. Um caos.

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

E os presos comuns?


STF, linguajar empolado e cadeias medievais 

Mais de 12 horas de nauseante bla-bla-bla jurídico empolado e esnobe para discutir - e defender, inclusive explicitamente -  um sujeito como Aecio, mil firulas na discussão geral sobre prisão de colarinhos sujos.
Porém, nas cadeias superlotadas e imundas deste país que ainda vive na era medieval a despeito da boçalidade de sua elite, centenas de milhares sofrem a pior tortura psicológica a que um ser humano pode ser submetido.
E os tribunais, onde muitos ganham centenas de milhares por mês, se calam.
Notar que a maioria dos que estão nas masmorras roubaram infinitamente menos do que os políticos saquearam.

Arrogância desastrosa


Temer e sua defesa se enrolam 

A acintosa arrogância de Temer, sua defesa e de seus apoiadores está, enfim, virando contra os feiticeiros.
O ataque histerico a Câmara por causa do vídeo da delação de Funaro saiu pela culatra e a extensão da investigação sobre os 51 milhões de reais de Geddel ao seu irmão Lúcio apertam o cerco ao presidente e sua turma.
Mesmo assim, os apoiadores de Temer insistem em argumentos que zombam da inteligência da sociedade, como dizer que as falcatruas de Geddel não afetam Temer porque teriam ocorrido em outro governo. Ora, mas Geddel foi ministro chefe da Casa Civil (ou seria Casa Covil?) de Temer!

Outra zombaria


Temer não é solução, é problema 

Quando certa parte da grande mídia vai acordar  (ou parar de fingir que está dormindo)?
Os assessores de Temer insistem em tentar fazer crer que as denúncias contra ele e sua turma jamais vão atingi-lo. Afirmam que os delatores são contra a democracia etc.
Nada disso. Quem atrapalha a recuperação econômica e ameaça a democracia ao dedicar se unicamente a uma defesa cada vez mais surreal é Temer. Ele é o problema, não a solução. Tá na cara!

Imprudência imbecil


Motoristas oligofrenicos são ameaça constante 

Vejo na TV imagens das imbecilidades cometidas por motoristas nas estradas no feriado prolongado.
Carros frágeis, estradas ruins se somam à ignorância acintosa dos condutores. Um caos.

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

A rendição do STF


Congresso, onde centenas são investigados, vence tribunal

Com pelo menos quatro ministros ligados a partidos, o STF votou pela “operação sai de baixo” e deixou com o Congresso as punições a parlamentares nitidamente corruptos, como é o caso de Aécio.
Em outras palavras, salvaram o sujeito que, entre outras coisas, disse, nítido e bom som, em gravação, que Joesley deveria entrar a propina para seu primo, “alguém que a gente mata antes de ele denunciar.”
É o fim da picada, mesmo!

A rendição é geral


A bem da verdade, a Justiça está capitulando

Lá se vão as esperanças. Repete-se o mantra de que a Lava Jato está no fim, e “missão cumprida.”
Ora, “missão cumprida”, como, se gente como Renan, Sarney, Jucá, Moreira Franco e tantos outros seguem incólumes?
Será mesmo verdade que essa operação foi criada só para travar Lula? Nem de longe ponho minha mão no fogo pelo ex-presidente petista, mas, do jeito que as coisas vão, parece mesmo que ele é o único alvo encarado com seriedade. Hum...
De resto, a grande máfia vai vencendo. Só mesmo respondendo nas eleições de 2018, sem algo ainda restar na memória do amnésico povo brasileiro.